segunda-feira, 30 de abril de 2012

CPMI do Cachoeira tem 167 requerimentos para apreciar

 

 

Por Mariana Jungmann e Iolando Lourenço, repórteres da Agência Brasil | Yahoo! Notícias – 2 horas 3 minutos atrás

Quando voltarem da pausa nas atividade por causa do feriado do Dia do Trabalho, os membros da comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) que investiga as relações do empresário de jogos ilícitos, Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, com políticos e agentes públicos e privados terão 167 requerimentos para analisar. A maioria deles foi apresentada por partidos de oposição.
Os deputados e senadores da CPMI do Cachoeira também devem definir um plano de trabalho, no qual será marcada a data para o início das oitivas e os nomes de quem será ouvido. A reunião está marcada para quarta-feira (2), às 14h30.
Entre os requerimentos apresentados até agora estão pedidos para que deponham os governadores de Goiás, Marconi Perillo, e do Distrito Federal, Agnelo Queiroz. O presidente licenciado da construtora Delta, Fernando Cavendish, e o ex-diretor da companhia, Cláudio Abreu, também estão entre os nomes sugeridos para prestar depoimentos.
Além deles, já há requerimentos para que pessoas consideradas importantes entre os contatos de Cachoeira, preso sob acusação de controlar uma máfia de jogos ilegais, como o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) e o contador Geovani Pereira da Silva, sejam ouvidos. É provável que esses requerimentos sejam aprovados, por se tratar de pessoas consideradas fundamentais na investigação.
Outros nomes apresentados em requerimentos, como o do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e o do procurador-geral da República, Roberto Gurgel, não devem ser convocados. A maioria dos membros da CPMI é governista e terá papel decisivo na votação dos requerimentos.
A CPMI também deverá começar os trabalhos analisando os vários volumes do inquérito que corre no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o envolvimento de parlamentares no esquema de Carlinhos Cachoeira. O inquérito, por sua vez, está fundamentado em investigações da Polícia Federal que incluíram diversos grampos telefônicos da quadrilha de Cachoeira que mostram a relação dele com o senador Demóstenes Torres e os deputados federais Carlos Alberto Lereia (PSDB-GO), Sandes Júnior (PP-GO), Stepan Nercessian (PPS-RJ), Rubens Otoni (PT-GO) e Jovair Arantes (PTB-GO).
Na última sexta-feira (27), o ministro do STF Ricardo Lewandowski autorizou o envio do inquérito à CPMI mantendo o caráter sigiloso das informações contidas nele. Por isso, apenas parlamentares da comissão deverão ter acesso ao documento. O ministro também autorizou que as sindicâncias da Câmara dos Deputados e do Senado, que estão investigando parlamentares, possam ter acesso ao inquérito.

Dilma convida Brizola Neto para o Ministério do Trabalho

 

 

Por Luiza Damé (luiza@bsb.oglobo.com.br) | Agência O Globo

A presidente Dilma Rousseff se reuniu, nesta segunda-feira, com o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, para escolher o novo ministro do Trabalho. O escolhido deve ser o deputado Brizola Neto (PDT-RJ), indicado pelo partido, que está em Brasília reunido neste momento com a presidente Dilma.

- Tivemos uma conversa boa. A presidente apresentou os motivos da escolha dela. São três nomes respaldados pelo partido - disse Lupi, após quase uma hora de reunião no Palácio do Planalto.

Lupi não quis confirmar o nome do escolhido, argumentando que seria uma indelicadeza com a presidente.

- Sempre estou satisfeito, até quando apanho - afirmou, ao ser perguntado se estava satisfeito com a escolha.

Também foram indicados pelo partido o deputado Vieira da Cunha (PDT-RS) e o secretário-geral do partido, Manoel Dias.

Em 14 de março, dia em que o PDT divulgou nota reiterando o apoio ao governo Dilma e negando veto aos nomes apresentados, o líder do PDT na Câmara, André Figueiredo (SP), foi à tribuna cobrar a definição do substituto de Lupi. O líder afirmou que a decisão caberia exclusivamente à presidente, mas enfatizou que os partidos que compõem a base têm direito a participar de diálogo com a presidente.

Aumenta tempo mínimo de contribuição para aposentadoria por idade

 

 

O tempo mínimo de contribuição necessário para uma pessoa pedir a aposentadoria por idade aumenta, em 2007, para 156 meses, ou seja, 13 anos. Esse período mínimo de contribuição, chamado carência, é aumentado anualmente em seis meses, até chegar ao limite de 15 anos, em 2011, e vale para quem já estava contribuindo em julho de 1991. Para os segurados que ingressaram no mercado de trabalho depois dessa data, a carência da aposentadoria por idade é fixada em 15 anos de contribuição (180 meses).

No entanto, ninguém precisa correr para ir ao INSS, pois o importante é o ano que o segurado completar 65 anos, no caso do homem, ou 60 anos, no caso da mulher. Por exemplo: o homem que completar 65 anos em 2006 poderá requerer o benefício no ano que vem, com o tempo de contribuição exigido neste ano. Isso porque o que vale é a data em que o segurado completa todas as condições para a aposentadoria e não a data do requerimento.

Para poder pedir a aposentadoria por idade, o segurado deve ter, além do tempo de contribuição, a idade de 65 anos, no caso dos homens, ou 60 anos, no caso das mulheres. Se o benefício for requerido por trabalhador rural, a idade exigida cai para 55 anos, para as mulheres, e 60 anos, para os homens.

A mudança na carência não afeta quem for solicitar aposentadoria por tempo de contribuição já que, nesse benefício, o tempo mínimo de contribuição exigido é de 25 anos, no caso das mulheres, ou 30 anos, no caso dos homens.

Perda da qualidade de segurado não impede recebimento

A Lei 10.666, de 8 de maio de 2003 , diz que a perda da qualidade de segurado não será considerada para a concessão de aposentadoria por idade desde que o trabalhador tenha cumprido o tempo mínimo de contribuição exigido para efeito de carência na data do requerimento do benefício.

Antes da lei, os segurados que ficassem 12 ou, dependendo do caso, 24 meses sem contribuir para a Previdência perderiam o direito a esse tipo de aposentadoria. Para recuperar o direito a esse benefício o trabalhador precisava voltar a contribuir por, pelo menos, cinco anos.

A perda da qualidade de segurado, porém, ainda existe para outros benefícios da Previdência, como o auxílio-doença, auxílio-reclusão, aposentadoria por invalidez e pensão por morte.

 Anúncios do Google

domingo, 29 de abril de 2012

VEREADORES DE SOBRAL CUSTARAM 8,6 MILHÕES EM 2011 AOS COFRES PÚBLICOS, ABORDA MATÉRIA DO DIÁRIO DO NORDESTE

 

Fonte:caderno de política do Diário do Nordeste

Plenário 05 de Julho da Câmara de Sobral

O jornal Diário do Nordeste está estampando na edição deste domingo(29), matéria falando dos custos aos cofres públicos, manter os mais de 1.729 vereadores do Estado do Ceará.

Confira um dos trechos da matéria do DN!

"Pelo menos R$ 54 milhões por ano são retirados dos cofres públicos para o pagamento dos 1.729 vereadores cearenses. No entanto, os gastos totais com esses parlamentares não param por aí. Além do subsídio mensal, eles dispõem de uma série de benefícios para cobrir despesas como transporte, publicidade, assessorias, passagens e hospedagens.

Já o Legislativo de Sobral gastou R$ 8,6 milhões em 2011. Os 12 vereadores do município têm direito, cada um, ao subsídio no valor de R$ 6,1 mil, a R$ 4,3 mil de VDP e mais 11 assessores de gabinete. Eles têm obrigação de participar das sessões realizadas duas vezes por semana.

Presidente João Alberto-PSB
Na avaliação do presidente da Câmara de Sobral, João Alberto, a estrutura que os vereadores dispõem é suficiente para cumprirem seu papel com eficiência. "A Câmara possui sete veículos próprios a disposição para realização de serviços ligados a atividade. Os vereadores participam de congressos, em média cinco por ano, recebendo diárias que englobam pagamentos de inscrição, locomoção, hospedagem e alimentação", acrescenta".

Por Marcelo Marques

sábado, 28 de abril de 2012

A reunião do CSPU, mesmo sem uma palestra específica, foi muito boa

IMG_0047
Estas pessoas e mais outras cinco que se fizeram presente, mantém a chama da curiosidade pelos temas ufológicos, muito bem acesa.
Apesar de não ter havido uma exposição de algum tema específico, a nossa reunião não deixou de ser importante e muito participativa. Houveram muitos informes da casuística ufológica de nossa região ( inclusive despertando o interesse de vários companheiros em visitar os locais onde houveram avistamentos para colher informações); falou-se do lançamento do filme “Área Q”, que foi filmado em Quixadá, com atores e produtores brasileiros e americanos, lançamento acontecido no dia 13 deste. Por ter servido de inspiração para tal filme o “Caso Barroso” , um caso de abdução por extraterrestres do senhor Luís Barroso Fernandes, com consequências desastrosas para a saúde do mesmo, fizemos uma pequena explanação sobre os detalhes deste caso que foi pesquisado por mais de 15 médicos  e por ufólogos do Ceará, do Brasil, dos EUA e outros países e ninguém encontrou uma resposta para uma regressão mental que acometeu Barroso até a morte.
Também foi motivo de debates algumas postagens feitas por nós no Blog do CSPU9cspu.blogspot.com), dentre eles, um que falava da Teoria da Terra Oca, que rendeu comentários sobre muitas das afirmações ali contidas. Pode ter certeza que meus conhecimentos fora bastante aumentados com as informações passadas pelos companheiros durante os debates, perdeu quem não estava presente.
Aguardávamos a presença do companheiro Humberto Sales, Ufólogo ligado ao CSPU- Centro Sobralense de Pesquisa Ufológica, ao CPU - Centro de Pesquisa Ufológica de Fortaleza e ao CBPDV –Centro Brasileiro de Pesquisa de Disco Voador de Campo Grande – MS, para falar sobre a casuística de Santa Quitéria, mas por motivos superiores não foi possível o seu comparecimento. Porém, não deixamos de citar algumas de suas mais importantes pesquisas naquela área.Como exemplo, eu, David Mendes e Claudio Dias, detalhamos para os presentes, um caso de contato ocorrida na Fazenda Columbia naquele município, uma nave de mais de 5 metros perseguiu um cidadão, chegando a nave a abalroar uma árvores, deixando galhos quebrados, enquanto na sua perseguição ao cidadão. O colega de pesquisa David Mendes, foi até o local e constatou o fato.
Você que é simpatizante deste tema poderá conseguir informações ufológicas, comparecendo às nossas reuniões, que sempre acontecerão na última sexta-feira de cada mães.
Jacinto Pereira
Presidente do CSPU

Cassia Eller | Segundo Sol

40% das cidades brasileiras têm rádio comercial, aponta estudo

 

Apesar de completar 90 anos de história no país, o rádio comercial está presente apenas em 40% (2.235) dos municípios brasileiros. Considerando uma média de 8 mil habitantes por município, isso significa dizer que 26,8 milhões de habitantes de 3.350 cidades estão sem acesso ao serviço, aponta levantamento da Abert.
O estudo foi realizado a partir de cruzamento de dados oficiais do Ministério das Comunicações. Acesse aqui o quadro Perfil do Rádio Comercial Brasileiro.

O Nordeste é a região com a pior distribuição de emissoras comerciais: somente 29% do total de 1.794 municípios têm estações. Nas demais regiões, a porcentagem é de 42% no Sudeste (708 do total de 1.668 cidades); 44% no Sul (517 de 1.188) e 48% no Norte (338 de 450).
O serviço comercial do rádio é mais desenvolvido no Centro-Oeste, onde a cobertura alcança pouco mais da metade dos municípios (56%). O Distrito Federal é a única unidade da federação que tem o alcance do rádio comercial em 100% do seu território. Já o Rio Grande do Norte e o Piauí ficam com o pior déficit, com 17% e 19% de cobertura, respectivamente.

De acordo com presidente da Abert, Emanuel Soares Carneiro, a ausência de rádios comerciais tem implicações negativas no desenvolvimento social, cultural, e, sobretudo, econômico. “Vemos que há um vazio de radiodifusão em diversas regiões do país e isso afeta diretamente os índices de desenvolvimento e as condições de vida das pessoas”, afirma.

A afirmação de Emanuel Carneiro é confirmada por uma pesquisa da Tendências Consultoria Integrada que comprova que a inserção do rádio tem relação direta com melhores índices de desenvolvimento. De acordo com o estudo, um estado cujo aumento da inserção do rádio foi de 10% teve um acréscimo de 3,01% em seu IDH (Índice de Desenvolvimento Humano).

Vácuo - Na opinião de Emanuel Carneiro, a defasagem do serviço comercial de rádio nos municípios seria resolvida com a criação de um plano de outorgas comerciais. Hoje, o critério para distribuir concessões parte da manifestação de interesse do empresário em prestar o serviço em uma determinada cidade.
Para ele, no decorrer do tempo, esse modelo produziu um ‘devastador’ efeito sobre o setor de rádio comercial no Brasil, reduzindo o seu potencial e sua abrangência. Ao mesmo tempo, em muitos casos, rádios comunitárias e educativas acabaram ocupando este espaço e, indevidamente, cumprindo funções que caberiam por lei às comerciais. Hoje, há 1.978 municípios atendidos apenas com rádios comunitárias ou educativas.

Assessoria de Comunicação da Abert

SIP diz que PEC do diploma é “negativa” para a liberdade de imprensa no Brasil

 

Atenção, abrir em uma nova janela.

Relatório da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) divulgado nesta segunda-feira, em Cádiz (Espanha), considera “negativa” a proposta que estabelece a exigência de diploma de nível superior para o exercício da profissão de jornalista no Brasil.
Aprovada no ano passado no Senado, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 33/2009 inclui no texto o artigo 220-A, para determinar que o exercício do jornalismo seja privativo de portador de diploma de curso superior reconhecido pelo Ministério da Educação.
A proposta contraria entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF), que em junho de 2009 derrubou a necessidade do diploma para os jornalistas. Na ocasião, os ministros entenderam que a exigência é incompatível com a Constituição, que garante a liberdade de expressão e de comunicação.

O informe também considerou como “ponto negativo” o projeto de lei que regulamenta o direito de resposta. Segundo a SIP, o texto dá margem para “atropelos” à liberdade de expressão. Por outro lado, a aprovação da lei 12.527/2011, que regulamenta o direito dos cidadãos de acesso à informação pública foi elogiada no relatório. A proposta entra em vigor no próximo 1º de maio.

Violência, censura e ameaças - Ao todo, o relatório contabiliza trinta casos de crimes e violências contra a liberdade de imprensa no Brasil: três assassinatos, oito casos de assalto, uma prisão, seis casos de censura judicial, seis agressões e atentados, e seis de ameaças.
Em paralelo aos assassinatos, o relatório fala do “recorrente cenário a censura judicial”, com decisões judiciais que proíbem os jornais, rádios e emissoras de televisão, sites e blogs publicar relatórios sobre vários temas.
Segundo a SIP, os “poderes discricionários dos juízes estão crescendo, especialmente nos níveis mais baixos, na concessão de ordens judiciais, reparação e direito moral de resposta”.

Na contramão, a lentidão do Judiciário brasileiro não só contribui para a impunidade em casos de ataques a mídia e os jornalistas, mas também prolonga a vida de medidas de censura tomadas por tribunais inferiores, enquanto os recursos respectivos são decididas

Assassinatos - Nos últimos seis meses, foram três os assassinatos de jornalistas com clara evidência de vínculos ao trabalho profissional: Paulo Roberto Cardoso Rodrigues, editor-chefe do "Jornal da Praça", em Ponta Porã (MS); Mário Randolfo Marques Lopes, chefe de reportagem do site "Vassouras na Net", em Barra do Piraí (RJ); e Laércio de Souza, jornalista da rádio Sucesso, assassinado em Camaçari (BA), cita o relatório.

Assessoria de Comunicação da Abert

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Sistemas de cotas é considerado constitucional por maioria do Supremo

 

A reserva de vagas em universidades públicas com base no sistema de cotas raciais foi considerado constitucional pela maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro Cezar Peluso foi o sexto a votar favoravelmente e, com isso, garantiu a legalidade do sistema de cotas nas universidades públicas.

Leia também:
Índio tumultua sessão do STF e é expulso

“Não posso deixar de concordar com o relator que ideia [cota racial] é adequada, necessária, tem peso suficiente para justificar as restrições que traz a certos direitos de outras etnias. Mas é um experimento que o Estado brasileiro está fazendo e que pode ser controlado e aperfeiçoado”, disse Peluso.
Além dele, os ministros Ricardo Lewandowski, Luiz Fux, Rosa Weber, Cármen Lúcia e Joaquim Barbosa se posicionaram pela constitucionalidade do sistema. Mais quatro ministros ainda irão votar – Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Celso de Melo e Carlos Ayres Britto. Os votos já dados ainda podem ser mudados enquanto não for concluído o julgamento, entretanto, o resultado é considerado praticamente certo.
O ministro Antônio Dias Toffoli se declarou impedido de votar, porque quando era advogado-geral da União posicionou-se a favor da reserva de vagas. Por isso, dos 11 ministros, somente dez participam do julgamento.
Para o partido Democratas (DEM), autor da ação que questiona as cotas raciais para ingresso na Universidade de Brasília (UnB), esse tipo de política de ação afirmativa viola diversos preceitos fundamentais garantidos na Constituição.
A UnB foi a primeira universidade federal a instituir o sistema de cotas, em junho de 2004. Atos administrativos e normativos determinaram a reserva 20% das vagas a candidatos que se autodeclaram negros (pretos e pardos).

Do Yahoo notícias

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Só lembrando

Amanhã sexta-feira acontecerá nossa reunião mensal a partir das 19hs no CEBRAE de Sobral, bem próxima ao Arco. O convidado desta sexta é o Prof. Humberto Sales, que fará exposição sobre a casuística ufológica da região de Santa Quitéria, além dos informes. Humberto é Ufólogo e é filiado ao CPU e ao CSPU. Com certeza

Não esqueça, a entrada é franca. Contamos com sua presença.

Abraço.

Jacinto Pereira

PEC busca mais representatividade das necessidades dos carentes

 

O deputado federal José Airton registra em plenário, mais uma vez, sobre a PEC 152 de sua autoria que proíbe o Governo de bloquear e contingenciar emendas parlamentares e recursos nas áreas sociais. O Deputado deu entrada na Proposta no dia 18/04, ele considera a matéria da mais alta importância, pois crer que essa é a única forma de resgatar o respeito e a autonomia do Congresso Nacional.

Para José Airton, hoje temos o Orçamento como uma mera peça de ficção, porque os Parlamentares, mesmo aprovando a peça orçamentária, são obrigados a mendigar, a rastejar, a virar pedintes do Governo para liberar as suas emendas, que são as mais legítimas e representativas das necessidades mais carentes, sobretudo, do interior deste País.

“Essa PEC faz com que este Congresso possa ser respeitado e ter a sua autonomia preservada. Não é mais aceitável nós termos um processo continuado de contingenciamento dos recursos do Orçamento da União com essa justificativa. Nós sabemos que a cada ano temos o superávit de arrecadação e, pelo planejamento, essas medidas não são mais cabíveis, e isso é um desrespeito a nós Congressistas, relevou.

Ele espera que as Lideranças Parlamentares e o Congresso tenham autonomia suficiente para aprovar a matéria, “acabemos com a subserviência desta Casa e possamos ter um orçamento impositivo, sobretudo com as emendas, nas áreas sociais”, justificou.

Claudia Vidal - Jornalista: DRT 6203/PR

(85) 8710.1313

Assessoria de Imprensa

Deputado federal José Airton Cirilo (PT/CE)

Comissão aprova Dia Nacional do Humorista

 

Comissão aprova Dia Nacional do Humorista

Aprovado o projeto lei que institui no calendário brasileiro o Dia Nacional do Humorista, no dia 12 de abril, data do nascimento de Chico Anysio.

Fonte: CBN

Radioamadores na festa da CRAS

 

IMG_0024

Jacinto Pereira e Célio Cavalcante, além de Ufólogos são também radioamadores, ambos participaram da festa dois anos da Casa do Radioamador de Sobral, realizada no Sítio São Pedro, na Serra da Meruoca no último sábado, dia 21 de abril. Foi uma grande festa. Acompanhe mais algumas fotos do evento.

IMG_0025

Exposição de rádios

IMG_0028

Uma parte que chegou mais cedo

IMG_0034

Campos, aniversariante do dia, com Cécio Cavalcante

IMG_0036

O lado dos marmanjos beberrões

IMG_0037

As senhoras es meninos

Senhor Pasqual, nosso ouvinte

IMG_0005

Senhor Pasqual, alfaiate da elite sobralense, enquanto trabalha o seu radinho permanece ligado, ele é ouvinte do Programa Rádio Debate.

Um quarto das CPIs não produz relatório final no Brasil

 

 

BBC Brasil

Em duas décadas, o Brasil acumulou 92 CPIs no Congresso. Entre as encerradas, cerca de 25% não puniram eventuais culpados

 

Passados vinte anos desde a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) de Paulo César Farias, cujo principal desdobramento foi o processo de impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello, o Brasil acumula 92 CPIs instauradas no Congresso Nacional nas duas últimas décadas, entre comissões criadas pela Câmara, pelo Senado ou Mistas (com senadores e deputados).

Entre as comissões já encerradas, cerca de 25% (o equivalente a 25 CPIs) não aprovaram nenhum relatório, ou seja, nenhum documento que fosse aprovado pela comissão, permitisse que outros órgãos e outras instâncias punissem eventuais culpados de desvios.

Das 92 comissões criadas, sete estão em curso atualmente. Isso inclui a CPI mista do caso Cachoeira, que está em fase de instauração no Congresso, e as comissões que investigam supostas irregularidades no Ecad (escritório que faz a arrecadação e distribuição de direitos autorais) e o tráfico internacional de pessoas no Brasil.

Do total das CPIs finalizadas, pouco mais de 70% chegaram a um relatório final, embora especialistas divirjam sobre a eficácia e o legado das investigações. Os números foram levantados pela BBC Brasil com a ajuda da Câmara, do Senado e de um estudo dos pesquisadores Lucas Queija Cadah e Danilo Centurione, do Departamento de Ciências Políticas e do Núcleo de Pesquisas de Políticas Públicas da USP.

Como aponta o estudo, "as CPIs são objeto de sentimentos contraditórios por parte da sociedade e da imprensa: Ao mesmo tempo em que é lugar comum dizer que elas nunca levam a nada, sempre que se acha necessário investigar melhor algum acontecimento no âmbito do governo, defende-se fervorosamente a instalação de CPIs".

Gargalos

Uma questão-chave é que essas comissões têm limites de atuação - em resumo, podem investigar, mas não podem indiciar ou punir criminalmente, funções que cabem à Justiça. Daí o motivo para elas causarem tanta frustração entre os brasileiros.

As comissões, explica o estudo de Cadah e Centurione, têm amplos poderes investigativos - para convocar testemunhas e colher provas, por exemplo -, "mas não podem decretar nenhum tipo de prisão, nem aplicar cautelas como indisposição de bens e proibir (suspeitos) de deixar o país".

O que elas fazem é recomendar ao Ministério Público ou ao Tribunal de Contas da União, por exemplo, que prossigam com a responsabilização civil ou criminal das pessoas envolvidas nos casos investigados.

Para Marco Antonio Teixeira, do Departamento de Gestão Pública da FGV-SP, é aí que está mais um motivo da frustração. "O gargalo é o Judiciário. Vemos que o caso do Mensalão, cujo processo é resultado da CPI dos Correios (2005), só agora está (na pauta) do Supremo Tribunal Federal."

Levantamento do jornal Folha de S. Paulo em setembro do ano passado mostrava que os principais casos de corrupção do país se arrastam há anos ou décadas pela Justiça. Um exemplo é o caso de desvio de dinheiro conhecido como o dos "Anões do Orçamento", de 1993, que foi alvo de CPI. Mas, de 31 réus, apenas nove foram condenados.

"O mais problemático é o Judiciário não conseguir responsabilizar criminalmente (os acusados)", complementa Cadah. Os relatórios finais de CPIs também podem recomendar, ao próprio Legislativo, a cassação de um congressista envolvido em denúncias. Mas daí isso terá que ser analisado pelo Conselho de Ética da Casa, e "entram em jogo outros interesses", aponta o pesquisador.

CPIs, do nascimento à morte

As CPIs nascem a partir do requerimento de um congressista, em geral a partir de denúncias ou clamor público, e dependem da assinatura de um terço dos membros da Câmara ou do Senado (dependendo de onde são instauradas; CPIs mistas precisam de um terço de ambas as Casas). Seu prazo de atuação é de 120 dias, prorrogáveis por mais 60.

A principal "causa da morte" de CPIs, explica Cadah, é a falta de assinaturas para protocolá-la. Passado esse estágio, algumas podem morrer na praia - perderem o prazo ou não apresentarem nenhuma conclusão -, mas, segundo ele, a maioria é concluída. E, uma vez que a CPI é instalada, a lei não prevê nenhum requerimento que possa eliminá-la.

O relatório é uma peça importante, por se tratar de uma espécie de legado da CPI. É ali que os congressistas fazem recomendações para o próprio Legislativo ou para outros órgãos - Ministério Público, Tribunal de Contas da União, Poder Executivo, entre outros - sobre medidas a serem tomadas, pessoas a serem investigadas ou cassadas, mudanças legislativas a serem propostas.

O âmbito de atuação é amplo: diz a Câmara que as comissões "destinam-se a investigar fato de relevante interesse para a vida pública e para a ordem constitucional, legal, econômica ou social do país". Isso explica por que temos CPIs de assuntos tão variados, que englobam desde denúncias de corrupção política até biopirataria, direitos autorais, grilagem, tráfico de armas, tarifas de energia...

E também desperta a preocupação quanto se é producente alocar recursos do Congresso em investigações sobre temas tão amplos e diversos, em vez de focar na atividade legislativa.

Mas, para Cadah, é possível ver vantagens nisso: "É de seu escopo discutir temas (caros à sociedade), contribuir pro debate legislativo. Algumas, como a da pedofilia, acabaram fazendo investigações em Estados onde a polícia pode estar contaminada pela corrupção".

Daqui a pouco no Programa Rádio Debate

Pela Radio Pioneira de 8 às 9 hs você tera: Informes da política, da festa de promoções da Guarda Municipal, da reunião do IPHAN no Teatro São João na noite de ontem e muito mais.

DIA DO TRABALHADOR EM SOBRAL: BANDA CALYPSO E AGUINALDO TIMÓTEO

 

O Governo do Estado do Ceará em parceria com a Prefeitura Municipal de Sobral farão uma grande festa para saudar do “Dia do Trabalhador” - 1° de Maio. A festa que iniciará às 18hs, na Margem Esquerda do Rio Acaraú – contará com os Shows da Banda Calypso e do Cantor Aguinaldo Timóteo. A festa comemorativa ao Dia do Trabalhador acontece no Feriado Nacional – na próxima terça-feira – 1° de Maio.

Por Armando Costa

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Esperteza do vereador Marco Prado

Após citar trecho de comentário feito pelo radialista Genaldo Azevedo, em seu programa matinal na Rádio Tupinambá que disse: “Se Marco Prado for candidato a prefeito é porquê recebeu dinheiro e se não for é porquê recebeu dinheiro”, aproveitou o ensejo e fez um verdadeiro discurso de palanque.

Desculpa chocha

O Vereador José Vytal ausentou-se do plenário da Câmara, onde haveria uma audiência pelo fato de uma das partes interessada ter atrasado 17 minuto, no a secretária Juraci Neves. Eu nunca tinha observado tal rigorosidade por parte desse Edil. Terá caxiágem mesmo ou medo de enfrentar o debate?

terça-feira, 24 de abril de 2012

Óleo de Côco bom para muitas coisas, até para reverter o Alzheimer?

 

E se houvesse um alimento capaz de evitar, retardar o aparecimento ou até mesmo reverter a Doença de ALZHEIMER?

Todos nós já sabemos dos inúmeros benefícios do consumo regular do óleo de côco. Direta ou indiretamente, o óleo de côco promove uma ação antioxidante, anticonvulsiva, antiviral, antitóxica, antiespasmódica, antitrombolítica, anticâncer, pro-memória, pro-mielinização dos nervos, pro-atenção, pro-normalização do colesterol, entre muitos outros. Uma "usina de saúde"!

Recentemente, foi observado um caso impressionante de melhora de um quadro avançado da Doença de Alzheimer. Uma médica americana, Dra. Mary Newport, vivia o drama da doença com seu próprio marido, e custava-lhe muito ver sua memória e orientação degradar-se dia após dia. Como boa profissional, ela seguia atentamente o tratamento que era sugerido para seu marido, mas tudo o que via era ele ficar cada dia pior. Sua memória degradava-se, já nem conseguia orientar-se no tempo e no espaço, e estava fisicamente debilitado.

Partiu então para uma pesquisa por conta própria, e chegou a estudos sobre os efeitos que os triglicerídeos de cadeias médias tinham no cérebro e na memória, e resolveu experimentar essa linha de abordagem. O óleo de côco é riquíssimo nesse tipo de triglicerídeos, de modo que, baseada nas quantidades sugeridas pelos estudos, ela começou por lhe oferecer cerca de três colheres de sopa no café da manhã. Afinal, não tinha nada a perder - o óleo de côco é um alimento saudável, e, se bem não lhe fizesse, mal não haveria de lhe fazer.

Antes de começar a oferecer-lhe o óleo de côco, a Dra. Newport submeteu o marido, Steve Newport, a um teste simples usado para verificar o avanço da demência em pacientes neurológicos. Foi solicitado a ele, que desenhasse um relógio - e eis o que ele desenhou...


ANTES do início do Óleo de Côco Virgem
Pouco restava do conceito de "relógio"...

Depois de duas semanas consumindo regularmente o óleo de côco, novamente lhe foi solicitado que desenhasse um relógio...


15 dias DEPOIS do início do Óleo de Côco Virgem
Além do evidente progresso no reconhecimento do conceito e das formas, sua memória havia melhorado visivelmente, e já não se mostrava tão desorientado.

E, finalmente, 37 dias depois, o paciente foi solicitado mais uma vez a desenhar um relógio...


37 dias DEPOIS do início do Óleo de Côco Virgem
Isso é extraordinário, não? Em pouco mais de 1 mês, que diferença!

Mas, como é que os triglicerídeos de cadeia média do óleo de côco agem contra a Doença de Alzheimer?

Durante a digestão, os triglicerídeos de cadeia média são transformados em ácidos graxos de cadeia média, alguns dos quais são convertidos em cetonas. O tecido nervoso, incluindo o cérebro, se vale da glucose para obter energia. As células nervosas também podem converter cetonas em energia. Quando a glucose é restrita, o corpo converte a gordura em cetonas, que supre o cérebro com a energia que ele necessita para funcionar como previsto.

Certas condições, tais como inflamação crônica, podem levar as células a se tornarem resistentes à insulina. A insulina é um hormônio que leva a glucose do sangue para as células. A glucose não pode entrar nas células sem a ajuda da insulina. Quando ocorre resistência à insulina, os receptores de insulina não funcionam muito bem e não conseguem transportar adequadamente a glucose para dentro das células. Quando a inflamação afeta o tecido nervoso, as células nervosas se tornam resistentes à insulina. Portanto, o cérebro se torna impossibilitado de receber a glucose que necessita, e as células nervosas se degeneram e morrem, levando a problemas neurológicos, tais como a Doença de Alzheimer, Doença de Parkinson e outras.

Hoje, pouco mais de dois anos depois, Steve Newport toma três a quatro vezes mais óleo de côco do que as 3 colheres de sopa desse período inicial, e não se pode dizer que a doença esteja curada... Mas, seus progressos são extraordinários, na medida em que ganhou mais independência, já se veste sem dificuldade e realiza tarefas produtivas sozinho. Deixou de ter uma série de sintomas físicos, como tremores e perda visual, caminha sem perder o equilíbrio e já não tem sintomas de depressão. Sua memória recente está razoavelmente equilibrada, já não está tão distraído e sua comunicação verbal melhorou a ponto de manter uma conversa quase normal.

O que a história da busca da Dra. Mary Newport nos deixa, é lição de que uma simples interferência na alimentação talvez (ainda!) não possa curar doenças como Alzheimer ou Parkinson - embora certamente tenha melhorado extraordinariamente a qualidade de vida do paciente e seus familiares - mas certamente poderá ser capaz de, além disso, evitar que a doença se desenvolva, ou mesmo se instale.

Já tomou seu óleo de côco hoje?...

Vale a pena saber mais!
Book - Coconut CuresCoconut Research CenterCoconut Oil - Raymond PeatDra. Mary Newport fala sobre o estudo de caso de seu maridoWhat if there was a cure for Alzheimer's Disease and no one knew?ÓLEO de CÔCO Extra Virgem Orgânico: entendendo o que são gorduras saturadas, mono-insaturadas e poli-insaturadasCURTINHA: óleo de côco protege seu fígado do álcool e de uma dieta sem carne e ovosAlguns MITOS e VERDADES sobre a gordura X hipertensão, colesterol...

Vale ver ainda nas mesma fonte

Óleo de coco pode te livrar da demência como o Alzheimer

http://alzheimeradoencadaalma.blogspot.com/2011/03/oleo-de-coco-pode-te-livrar-da-demencia.html

Dr. Newport's effective work on memory loss and Alzheimer's with coconut oil- Part II (Vídeo com a Dra. Newport)

http://www.youtube.com/watch?v=LOrDIixbGMs&feature=player_embedded

Um tiro no inimigo

 

por Wladimir Pomar*

13 300x247 Um tiro no inimigoFinalmente, o governo parece haver se dado conta de que precisava impor um freio à continuidade da ação sem peias do sistema financeiro, tanto internacional quanto nacional. E, felizmente, em paralelo, tornou visível o papel que podem desempenhar, no desenvolvimento nacional, as empresas públicas estatais, sejam aquelas voltadas para a produção, sejam as que funcionam na circulação financeira.

A decisão de rebaixar os juros cobrados por essas empresas, em especial o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal, representou o primeiro tiro direto no pior inimigo do desenvolvimento econômico e social brasileiro. Até que ponto o governo está preparado para sustentar a disputa com esse monstrengo, não se sabe ainda. A reação inicial da fera, embora ainda soft, foi de uma desfaçatez total, exigindo compensações do poder público, como se fosse um miserável à míngua.

Mas ninguém deve se iludir quanto às manobras sujas e desproporcionais que esse setor da economia vai empregar para retomar seus lucros astronômicos. E não é apenas ao governo que cabe enfrentá-lo, porque ele assalta, direta ou indiretamente, a todos os bolsos. Pode ser um bom motivo, inclusive para os setores sindicais que se juntam à Fiesp para reclamar da desindustrialização brasileira, discutirem com mais propriedade o papel oculto que esse sistema financeiro, internacional e nacional, desempenha nos custos de produção das empresas brasileiras e, portanto, em sua perda de competitividade nos mercados doméstico e externo.

Assim, também do ponto de vista da comunicação social, talvez fosse conveniente o governo Dilma fornecer ao povo brasileiro dados e informações mais consistentes sobre a lucratividade desbragada do sistema financeiro. Isto, de modo a municiar os setores democráticos e populares frente às inevitáveis ações que aquele sistema vai adotar para melar as decisões que bateram fundo em sua rentabilidade, mas vão dar novo gás à competitividade de muitas empresas e a grandes camadas da população. Essa não será uma disputa a ser resolvida apenas nos salões e gabinetes governamentais. Ela interessa a todos, e a mobilização social pode jogar papel decisivo no enquadramento da lucratividade financeira a níveis menos bárbaros.

Por outro lado, o governo também poderia aproveitar melhor a simpatia geral pela ação das estatais financeiras. Poderia redefinir a função das estatais elétricas na industrialização de sua cadeia produtiva, ao mesmo tempo em que poderia avançar na estruturação de outras empresas públicas capazes de acelerar os investimentos em infraestrutura e em plantas industriais.

Se a Vale continuasse sendo uma empresa pública, ela hoje poderia estar desempenhando papel-chave na expansão das indústrias de base, especialmente do setor siderúrgico. Por outro lado, é incompreensível que as estatais elétricas não possam participar em associação com empresas estrangeiras na instalação de plantas industriais importantes para a diversificação da matriz elétrica, como as fabricantes de turbinas hidráulicas e eólicas, e as fabricantes de placas fotovoltaicas e lentes especiais para a produção de energia termo-solar. O que garantiria a possibilidade de transferir novas tecnologias para outras empresas nacionais, privadas e estatais, evitando que esses setores sejam monopolizados ou oligopolizados por empresas externas que possuem tais tecnologias.

Outro resultado interessante da ação dos bancos públicos para corrigir as distorções do mercado financeiro foi a descoberta pública da necessidade imperiosa de evitar a monopolização ou a oligopolização dos diversos setores da economia nacional. Essa concentração monopolista ou oligopolista também causa distorções brutais em cada um desses setores, a exemplo do que acontece nas indústrias farmacêutica, automobilística e outras. O protecionismo a esses setores, a pretexto de evitar a desindustrialização nacional, só tem servido para eles aumentarem os preços de seus produtos. O que, quando se trata de bens de capital, mesmo intermediários, resulta em freio ao crescimento econômico e em tensões inflacionárias.

Bem vistas as coisas, esse tiro no inimigo pode contribuir para um debate mais fundamentado sobre o desenvolvimento econômico, tendo por base a industrialização, e o desenvolvimento social, tendo por base a continuada e ampliada redistribuição da renda.

* Wladimir Pomar é escritor e analista político.

** Publicado originalmente no site Correio da Cidadania.

(Correio da Cidadania)

Esta é nova

Deu no blog do Wilson Gomes que  o radialista Oliveira Domingos deixou a assessoria de imprensa do Prefeito  Edmundo Rodrigues de Forquilha. O que todo mundo quer saber  é o motivo.

Os petistas começam as movimentações visando o pleito eleitoral

Dia 28 deste o Raimundo do Sindicato estará realizando uma plenária de conjuntura política e estratégia de campanha e convida amigos e simpatizantes de sua pré-candidatura para juntos refletirem o momento político de Sobral

A rádio de Sobral que mais fica fora do ar

Não pude ouvir o companheiro Assis Nascimento a partir das quatros da manhã, pois a Rádio Regional está fora do ar

segunda-feira, 23 de abril de 2012

EX-PAQUITA DA XUXA " PATRICIA "

 

tn

Subject: Carta endereçada aos jovens - Leiam, muito importante!!!

O objetivo desta é orientar nossos jovens quanto a este gravíssimo problema que está arruinando muitos lares, se você trabalha com orientação de jovens, use esta carta para impedir que muitos outros jovens passem por isto.
****************************
CARTA ENDEREÇADA AOS JOVENS DO BRASIL
Meu nome é Patrícia, tenho 17 anos, e encontro-me no momento quase sem forças, mas pedi para a enfermeira Dani, minha amiga, para escrever esta carta que será endereçada aos jovens de todo o Brasil, antes que seja tarde demais.
Eu era uma jovem "sarada", criada em uma excelente família de classe média alta de Florianópolis. Meu pai é Engenheiro Eletrônico de uma grande estatal, e procurou sempre para mim e para meus dois irmãos dar tudo de bom e o que tem de melhor, inclusive liberdade que eu nunca soube aproveitar.
Aos 13 anos participei e ganhei um concurso para modelo e manequim para a Agência Kasting e fui até o final do concurso que selecionou as novas Paquitas do programa da Xuxa. Fui também selecionada para fazer um Book na Agência Elite em São Paulo. Sempre me destaquei pela minha beleza física, chamava a atenção por onde passava. Estudava no melhor colégio de "Floripa", Coração de Jesus. Tinha todos os garotos do colégio aos meus pés.
Nos finais de semana freqüentava schoping, praias, cinemas, curtia com minhas amigas tudo o que a vida tinha de melhor a oferecer a pessoas saradas, física e mentalmente.
Porém, como a vida nos prega algumas peças, o meu destino começou a mudar em outubro de 1994.
Fui com uma turma de amigos para a OCTOBERFEST em Blumenau. Os meus pais confiavam em mim e me liberaram sem mais apego.
Em "Blu", achei tudo legal, fizemos um esquenta no "Bude,"famo-so barzinho da Rua XV. À noite fomos à "PROEB" e no "Pavilhão Galegão" tinha um "show maneiro" da Banda Cavalinho Branco. Aquela movimentação de gente era "trimaneira".
Eu já tinha experimentado algumas bebidas, tomava escondido da mamãe o Licor Amarula, mas nunca tinha ficado bêbada.
Na quinta feira, primeiro dia de OCTOBER, tomei o meu primeiro porre de CHOPP, que sensação legal, curti a noite inteira "doidona", beijei uns 10 carinhas, inclusive minhas amigas colocavam o CHOPP numa mamadeira misturado com guaraná para enganar os "meganha", porque menor não podia beber; mas a 5 gente bebeu a noite inteira e os "Otário" não percebiam.
Lá pelas 4 h da manhã, fui levada ao Posto Médico, quase em coma alcoólico, numa maca dos Bombeiros.
Deram-me umas injeções de glicose para melhorar. Quando fui ao apartamento quase "vomitei as tripas", mas o meu grito de liberdade estava dado. No dia seguinte aquela dor de cabeça horrível, um mal estar daqueles com tensão "pregmestru".
No sábado conhecemos uma galera de S. Paulo, que alugaram "apê " no mesmo prédio. Nem imaginava que naquele dia eu estava sendo apresentada ao meu futuro assassino.
Bebi um pouco no sábado, a festa não estava legal, mas lá pelas 5.30hs da manhã fomos ao "apê" dos garotos para curtir o restante da noite.
Rolou de tudo e fui apresentada ao famoso baseado "Cigarro de Maconha", que me ofereceram. No começo resisti, mas chamaram a gente de "Catarina careta", mexeram com nossos brios e acabamos experimentando.
Fiquei com uma sensação esquisita, de baixo astral, mas no dia seguinte antes de ir embora experimentei novamente.
O garoto mais velho da turma o "Marcos", fazia carreirinho e cheirava um pó branco que descobri ser cocaína. '
Ofereceram-me, mas não tive coragem aquele dia. Retornamos à "Floripa" mas percebi que alguma coisa tinha mudado, eu sentia a necessidade de buscar novas experiências não demorou muito para eu novamente deparar-me com meu assassino "DRUES".
Aos poucos meus melhores amigos foram se afastando quando comecei a me envolver com uma galera da pesada, e sem perceber eu já era uma dependente química; a partir do momento que a droga começou a fazer parte do meu cotidiano.
Fiz viagens alucinantes, fumei maconha misturada com esterco de cavalo, experimentei cocaína misturada com um monte de porcaria.
Eu e a galera descobrimos que misturando cocaína com sangue ela ficava mais forte o efeito, e aos poucos não compartilhávamos a seringa e sim o sangue que cada um cedia para diluir o pó.
No início a minha mesada cobria os meus custos com as malditas, porque a galera repartia e o preço era acessível.
Comecei a comprar a "branca" a R$ 7,00 o grama, mas não demorou muito para conseguir sòmente a R$ 15, 00, a boa que eu recisava no mínimo 5 doses diárias. Saía na sexta-feira e retornava aos domingos com meus "novos amigos".
Às vezes a gente conseguia o "extasy", dançávamos nos "Points" a noite inteira e depois farra.
O meu comportamento tinha mudado em casa, meus pais perceberam , mas no inicio eu disfarçava e dizia que eles não tinham nada a ver com a minha vida.
Comecei a roubar em casa pequenas coisas para vender ou trocar por drogas. Aos poucos o dinheiro foi faltando e para conseguir grana fazia programas com uns velhos que pagavam bem. Sentia nojo de vender o meu corpo, mas era necessário para conseguir dinheiro. Aos poucos toda a minha família foi se desestruturando. Fui internada diversas vezes em Clinicas de Recuperação.
Meus pais sempre com muito amor gastavam fortunas para tentar reverter o quadro. Quando eu saía da Clinica agüentava alguns dias, mas logo estava me picando novamente. Abandonei tudo: escola, bons amigos e família.
Em dezembro de 1997 a minha sentença de morte foi decretada; descobri que havia contraído o vírus da AIDS, não sei se me picando, ou através de relações sexuais muitas vezes sem camisinha.
Devo ter passado o vírus a um montão de gente, porque os homens pagavam mais para transar sem camisinha.
Aos poucos os meus valores que só agora reconheço foram acabando, família, amigos, pais, religião, Deus, até Deus, tudo me parecia ridículo. Papai e mamãe fizeram tudo, por isso nunca vou deixar de amá-los. Eles me deram o bem mais precioso que é a vida e eu o joguei pelo ralo.
Estou internada, com 24kg, horrível, não quero receber visitas porque não podem me ver assim, não sei até quando sobrevivo, mas no fundo do coração peço aos jovens não entrem nessa viagem maluca...
Você com certeza vai se arrepender assim como eu, mas percebo que é tarde demais.
Obs. Patrícia encontrava- se internada no Hospital Universitário de Florianópolis e descreve a enfermeira Danelise, que Patrícia veio a falecer 14 horas mais tarde, de parada cardíaca respiratória em conseqüência da AIDS.

    FOTO ANTES DE PATRICIA MORRER..

    11

Se vc se impressionou como eu, repasse para seus amigos, ou para aquelas pessoas que vc ama ou tem carinho especial. Porque aviso sempre existe, o que falta é compreender a dimensão do problema. As vezes é tarde, como aconteceu com essa jovem, mas a única maneira de evitar isso, é informação, então divulgue essa carta.

domingo, 22 de abril de 2012

OPOSIÇÃO SENTA E CHORA: Dilma tem a maior aprovação desde o início do mandato

 
 
Governo da petista é bem avaliado por 64% dos brasileiros e supera média de popularidade dos presidentes antecessores

O desempenho da presidente Dilma Rousseff é considerado ótimo ou bom por 64% dos brasileiros. Em janeiro, quando completou um ano de governo, esse número era 59%. A parcela de eleitores que considera o governo regular caiu de 33%, em janeiro, para 29% em abril.

Os dados são de pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo neste domingo (22). Foram entrevistadas 2.588 pessoas em 161 municípios nos dias 18 e 19 de abril. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para cima ou para baixo.

Dilma tem a maior aprovação em um ano e três meses de mandato em comparação com os dois últimos presidentes. Lula era bem avaliado por 55% da população no segundo mandato e por 38% no primeiro. Já o desempenho de Fernando Henrique Cardoso era aprovado por 18% dos brasileiros no segundo mandato.

Para 57% da população, o governo Dilma é igual ao de Lula, enquanto 21% avalia que Dilma é pior que seu antecessor, 20% considera o atual governo melhor e 2% não sabe responder.

2014. Lula é o candidato petista favorito para concorrer à Presidência em 2014, escolha de 57% dos pesquisados. Dilma aparece com 32% da preferência. Um candidato do PT diferente na próxima corrida presidencial é a opção de 6% dos pesquisados e 5% não souberam responder.

Considerando um suposto segundo turno das eleições presidenciais na atualidade - repetindo o pleito de 2010 - Dilma seria escolhida por 69% do eleitorado e Serra por 21%. Outros 6% não votariam em nenhum dos dois e 4% estariam indecisos.

Parte dos eleitores (26%) que dizem ter votado em Serra em 2010 mudariam o voto para Dilma hoje e 8% fariam o contrário.

Para lembrar, em 2010 a petista Dilma venceu o segundo turno com 56,05% dos votos válidos e o tucano Serra ficou com 43,95% da escolha.

Economia. A pesquisa Datafolha também revelou que 49% dos brasileiros acreditam que a situação econômica do País vai melhorar. Já a porcentagem da população que avalia que a economia vai piorar se manteve estável, com 13% na pesquisa de abril e janeiro; 34% acredita que o quadro ficará como estável (37% em janeiro) e 5% não sabe responder (4% em janeiro).

O otimismo dos brasileiros aparece em outros dados. Menos pessoas têm a expectativa de aumento da inflação em abril (41%) do que em janeiro deste ano (46%). Já 37% acredita que a inflação vai ficar como está (dado de abril) contra 35% em janeiro. Outros 15% avaliam que o índice vai diminuir (14% em janeiro) e 6% não sabe responder (5% em janeiro).

A pesquisa foi realizada em 18 e 19 de abril, depois que os bancos públicos e alguns privados anunciaram redução das taxas de juros seguindo a pressão do governo

Do Blog da Dilma

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,dilma-tem-a-maior-aprovacao-desde-o-inicio-do-mandato,864120,0.htm

Descobrimento ou invasão do Brasil pelos europeus?

Muita gente acredita que a descoberta do Brasil em 1500 como está na História, não passa do resultado de um grande acordo entre banqueiros, a Igreja  Católica e as companhias de navegação, com o aval de Portugal e Espanha, pois não tinha nada para ser descoberto, haja vista que tudo por aqui já era conhecido por muitos navegadores. Há ainda quem defenda que a  Maçonaria montou a Nação Brasileira custeado pelo tesouro dos Templários, apo´s terem sido espoliados pelos franceses e não terem a segurança desejada em Portugal. Que tal pesquisar um pouco antes de formar sua opinião sobre isto?

Microchip será obrigatório nos EUA a partir de março 2013

 

Obama aprovou a implantação do microchip nos EUA como parte da reforma dos cuidados de saúde em 2013. O microchip será obrigatório, sem ele os americanos não poderão acessar os serviços de saúde.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=GeDObSrNV1Y

Pela lei, a partir de março do próximo ano de 2013, cada cidadão americano é obrigado a implantar um microchip de identificação por radiofreqüência (RFID), conforme exigido pela Lei de cobertura universal de saúde, que terá inicio a partir de março como uma Reforma Sanitária.

O "Objectivo": a criação de um registro nacional de identificação para permitir "um melhor acompanhamento de pacientes que queiram qualquer informação sobre sua saúde." Na verdade, isso era esperado desde o final de 2004, conforme comprovado por um documento oficial do FDA. Este documento da FDA Food and Drug Administration, datado de 10 de dezembro de 2004 tem direito Classe II Orientação Especial do Documento: Implantável radiofreqüência Transponder Identificação do paciente e informações do Sistema de Saúde jurisdição (especial Orientação Classe II: Sistema Transponder Implantável de radiofreqüência para a identificação de pacientes e informações relacionadas à saúde) ...

spychips.com
http://ultimasnoticiasnew.blogspot.com.es

Nota: Aqui no Brasil o governo já adquiriu 75 mil unidades do microchip.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=cnkMGL1KRMA

O que eles não revelam é que o microchip além de um transmissor é também receptor, entende o que está por vir leitor?

Vem aí a escravidão moderna.
Abraços a todos

Célio

http://celiosiqueira.blogspot.com.br/2012/04/microchip-sera-obrigat...

sábado, 21 de abril de 2012

Câmara aprova acordos internacionais

 

O plenário da Câmara aprovou na quinta-feira (19), três projetos de decreto legislativo (PDCs) que tratam de acordos internacionais assinados pelo governo brasileiro. Os projetos seguem para análise do Senado. Entre as propostas aprovadas está o PDC 540/11, que dispensa de vistos para viagens de turismo e negócio de curta duração os portadores de passaportes comuns do Brasil e da União Europeia, exceto Reino Unido e Irlanda.

Pelo acordo, assinado entre Brasil e União Europeia, a entrada e permanência sem visto no território do outro Estado signatário fica permitida por um período máximo de três meses.

Também foram aprovados o PDC 474/11, que trata sobre auxílio judicial em matéria civil e comercial entre Brasil e China; e o PDC 523/11, que inclui o Brasil no Tratado de Amizade e Cooperação, firmado em 1976, pelos países-membros da Associação de Nações do Sudeste Asiático.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Dilma diz não recear CPI: se apontar ‘malfeitos’ no Executivo corrige-se e pune-se responsável

 

Em diálogos com seus operadores políticos, Dilma Rousseff afirmou que não receia que a CPI do Cachoeira respingue no seu governo. Declarou que, na eventualidade de surgirem irregularidades relacionadas ao Executivo, o “malfeito” será corrigido e o responsável punido.

Destoando de todos os presidentes que a antecederam, Dilma absteve-se de mobilizar sua infantaria legislativa para deter a CPI. Em privado, afirmou que não gosta nem desgosta da iniciativa. Encara a encrenca como algo que diz respeito ao Legislativo.

Manifestou a auxiliares e a lideranças governistas uma única preocupação: não gostaria que a CPI levasse à paralisia das votações. Entre os projetos que deseja ver apreciados cita especialmente a Lei Geral da Copa e as duas medidas provisórias recém-editadas para estimular a indústria.

A Lei da Copa, já aprovada na Câmara, aguarda votação no Senado. Quanto às MPs pró-indústria, em fase inicial de tramitação, ainda terão de ser analisadas e votadas nas duas Casas legislativas.

De todos os fatos que serão objeto de investigação na CPI, a atuação da Delta Construções é, por ora, o que oferece mais riscos ao governo federal. A empresa é uma das maiores tocadoras das obras do PAC.

A Delta já foi alvejada por auditorias da Controladoria-Geral da União. No momento, em ação preventiva, o órgão olha com lupa os contratos da empreiteira com o Executivo. O governo tenta antecipar eventuais dissabores.

Empurrado por Lula, o PT aderiu à CPI, viabilizando-a. Primeiro na Câmara, depois no Senado. As demais legendas do condomínio governista enxergaram no protagonismo petista e no corpo mole do Planalto uma espécie de “liberou geral”.

Sócio majoritário da coalizão, o PMDB seguiu a correnteza. Mas suas principais lideranças fizeram chegar aos ouvidos de Dilma seus receios quanto ao que está por vir. Em conversa com o blog, um desses líderes disse: o movimento do PT foi um “erro”. Acha que errou também o Planalto ao não levar o pé à porta.

O cenário no Congresso, disse o parlamentar, era de “céu de brigadeiro”. O período eleitoral funcionaria como trégua. “Com a CPI, ninguém sabe o que pode acontecer. A quantidade de fios desencapados é muito grande”. O discurso da tribo do PMDB não é gratuito. Nunca é.

Tá no josias

Postado porpompeumacario

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Copom reduz juro básico em 0,75 ponto, para 9% ao ano

 

Por Tiago Pariz e Luciana Otoni | Reuters

BRASÍLIA, 18 Abr (Reuters) - O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu por unanimidade nesta quarta-feira reduzir a Selic em 0,75 ponto percentual, para 9 por cento ao ano. Trata-se do sexto corte seguido desde agosto passado, quando iniciou o processo de afrouxamento da política monetária, e ainda deixou a porta aberta para mais reduções, na opinião de parte dos agentes econômicos.
Leia também:
Fecomércio-SP: corte deve pressionar bancos sobre spread
Corretora aguarda ata do Copom para definir tendência
Copom tem decisão bastante tímida, diz Força Sindical
Fiesp diz que bancos precisam acompanhar Copom
Para CNI, Copom 'acertou mais uma vez' ao reduzir juros

"O Copom considera que, neste momento, permanecem limitados os riscos para a trajetória da inflação. O Comitê nota ainda que, até agora, dada a fragilidade da economia global, a contribuição do setor externo tem sido desinflacionária", informou o Copom em comunicado. "Diante disso, dando seguimento ao processo de ajuste das condições monetárias, o Copom decidiu, por unanimidade, reduzir a taxa Selic para 9 por cento ao ano, sem viés."

Pesquisa da Reuters mostrou na semana passada que 45 dos 47 analistas consultados previam corte de 0,75 ponto na Selic agora, sendo que os dois restantes esperavam uma redução de 0,50 ponto. O levantamento mostrou ainda que a grande maioria dos especialistas previa que a taxa ficaria em 9 por cento até o fim do ano.

A Selic, agora, está no menor nível desde abril de 2010, quando passou de 8,75 por cento ao ano -menor patamar histórico- para 9,50 por cento. A ata dessa reunião será divulgada na próxima semana.

O corte foi o segundo seguido na mesma magnitude e está em linha com a estratégia do governo de estimular mais a economia e garantir crescimento na casa de 4 por cento neste ano. Barateando os custos dos empréstimos via Selic, o consumo é estimulado e, consequentemente, a atividade.

Dados recentes mostram que a atividade continua patinando, como o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br). Considerado uma espécie de sinalizador do comportamento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, o indicador caiu 0,23 por cento em fevereiro ante janeiro, informou o BC na segunda-feira passada.

Foi o segundo mês seguido de contração, indicando que a economia terá um primeiro trimestre ainda ruim. No acumulado de 12 meses, o IBC-Br mostrou expansão de apenas 2,05 por cento em fevereiro.

Por conta disso, o governo também anunciou uma série de medidas para estimular o crescimento, com foco especial na indústria nacional.

PARADA?

O comunicado do BC, na avaliação dos especialistas, pode indicar que o atual ciclo de corte da Selic chegou ao fim. Porém, há quem entenda que uma porta ficou aberta para mais reduções, como é o caso da equipe do banco Santander, que enxerga uma outra redução em maio, quando o Copom se reúne novamente.

"Talvez o mercado possa continuar precificando a possibilidade (de mais cortes), dependendo da evolução do cenário externo. Eu, particularmente, não espero. Continuo achando que a taxa de 9 por cento será mantida até o fim do ano", afirmou o estrategista-chefe do banco WestLB, Luciano Rostagno.

No mercado futuro de juros, uma pequena parte das apostas ainda indicavam que o Copom poderia voltar a reduzir a Selic em maio, no próximo encontro do Copom, com corte de 0,25 ponto percentual.

Em março passado, o Copom surpreendeu parte do mercado ao acelerar o passo e reduzir a Selic em 0,75 ponto percentual, para 9,75 por cento ao ano, voltando-a ao patamar de um dígito. A decisão, naquele momento, foi dividida: cinco diretores optaram pelo corte de 0,75 ponto e dois, pelo de 0,50 ponto.

Apesar disso, ao publicar a última ata em meados do mês passado, os diretores do BC afirmaram que a Selic se estabilizaria "ligeiramente acima" do mínimo histórico o que, para boa parte do mercado, significou dizer que a Selic ficaria em 9 por cento ao ano.

A autoridade monetária tem repetidamente afirmado que a inflação vai convergir para o centro da meta oficial -de 4,5 por cento pelo IPCA- no fim do ano. No último relatório de inflação, por exemplo, o BC previu que o indicador ficará em 4,4 por cento neste ano, mas elevou a estimativa para 2013 a 5,2 por cento.

Essa divergência para os cenários inflacionários foram vistos por analistas do mercado financeiro como um sinal de que o BC poderá ser obrigado a elevar a taxa básica de juros no ano que vem para conter as pressões de preço.

Em março passado, o IPCA subiu menos do que o esperado, ao registrar alta de 0,21 por cento, a menor desde julho de 2011, acumulando em 12 meses expansão de 5,24 por cento. No ano passado, o indicador fechou com alta de 6,50 por cento, exatamente no teto da meta do governo, que tem dois pontos percentuais de margem para mais ou para menos.

(Reportagem adicional de Frederico Rosas e Aluísio Alves, em São Paulo)

Chile registra 40 tremores de mais de 6 graus em dois anos


 

O Chile, um dos países com mais terremotos do mundo, registrou 40 tremores de mais de 6 graus na escala Richter desde o terremoto de 27 de fevereiro de 2010, de 8,8 graus e considerado o quinto evento deste tipo mais poderoso do planeta, segundo registros oficiais.

Desde essa data foram reportados 2.062 tremores sensíveis, 40 dos quais com uma magnitude superior aos 6 graus na escala Richter, a maioria réplicas do terremoto que não deixaram maiores danos, segundo um estudo publicado nesta quarta-feira pelo jornal El Mercúrio, com base em registros do Serviço Sismológico da Universidade do Chile.

O mais forte dos tremores - depois do terremoto - foi registrado em 25 de março, com uma magnitude 7 graus, deixando um saldo de 14 feridos e 25 mil pessoas evacuadas preventivamente por risco de tsunami.

O terremoto de 27 de fevereiro gerou um tsunami nas costas do sul do Chile, deixando um saldo de mais de 500 mortos e danos no valor de US$ 30 bilhões.

Publicado pela AFP hoje

Nota do Dr Guimarães com relação ao processo do TRE

Guimarães PV

NOTA AO POVO DO CEARÁ
O TRE do Ceará julgou procedente Representação do Ministério Público Eleitoral contra minha candidatura a Deputado Estadual em 2010.
As provas documentais levadas aos autos da Representação não vincularam minha candidatura a qualquer ato ilícito. As testemunhas do acusador nada disseram contra minha pessoa e minha conduta.
Na ausência...a de quaisquer provas, documentais e testemunhais, quebraram meu sigilo bancário, também não encontrando nenhuma irregularidade.
A fragilidade dos fundamentos da decisão é de deixar perplexo a todos quanto acompanham a matéria. Nela não se vislumbra a menor coerência ou correlação entre os fatos e a lei.
Contrariando a pacífica jurisprudência do Tribunal Superior Eleitoral o acórdão do TRE cearense fundamentou-se em simples presunção.
Decisão dessa natureza, em ano eleitoral, não é novidade. Adianto a todos, porém, que esse fato não me intimida, pelo contrário, dá-me mais vontade e mais garra de ir em frente.
Buscarei amparo na Instancia Superior que, certamente, reparará a injustiça ora perpetrada.
As grandes vitórias são precedidas de ferozes batalhas.
Sobral - Ce, 17 de abril de 2012.
Dr. Guimarães
(Francisco José Alves Guimarães)

Veiculado no Face book

TRE DO CEARÁ CASSA DIPLOMA DO 1º SUPLENTE DE DEPUTADO DO PV, E PODE COMPLICAR CANDIDATURA DO DR. GUIMARÃES EM SOBRAL.

 

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, em sessão realizada nesta terça-feira (17), presidida pelo desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes, presidente em exercício do TRE-CE, cassou por 4 votos a 1 o diploma do 1º suplente ao cargo de deputado estadual pelo Partido Verde (PV), Francisco José Alves Guimarães (Dr. Guimarães), julgando procedente a Representação do Ministério Público, por captação ilícita de sufrágio, nas eleições de 2010, quando o candidato obteve 30.267 votos.

O relator do processo, juiz João Luís Nogueira Matias, foi acompanhado em seu voto pelo desembargador Francisco de Assis Filgueira Mendes e pelos juízes Francisco Luciano Lima Rodrigues e Mônica Fontgalland. O voto contrário foi do juiz Manoel Castelo Branco Camurça.

(TRE-CE)

Por Eliomar de Lima

Leia aqui todo o processo:

http://www.tre-ce.gov.br/tre/servicos/noticias/2012/04/701682_RP_17042012_1.pdf

Postado por BENÉ FERNANDES - BLOG SOBRAL AGORA.

terça-feira, 17 de abril de 2012

SPLAM/COM-VIDA implanta Horta na Escola Gerardo Rodrigues.

 

clip_image002

A Prefeitura Municipal de Sobral através da Secretaria do Planejamento e Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente-SPLAM/ com o Projeto de Educação Ambiental/ COM-VIDA e Agenda 21 na Escola, uma parceria com o Banco de Mudas, Secretaria de Agricultura e Pecuária, Secretaria da Educação-Programa Jornada Ampliada/Brinquedoteca; cumpriram mais uma etapa com a criação da segunda Horta Orgânica e Medicinal, na Escola Gerardo Rodrigues-Sede, nesta quinta feira dia 12 (doze) de Abril a partir das 09:00 hs.

A ação é resultado da demanda do Plano de Ação elaborado por alunos envolvidos no Projeto nas Escolas Municipais contempladas, objetivando a criação de Horta orgânica e/ou medicinal e o cumprimento do eixo – Educação para a Convivência com o Semiárido-SELO UNICEF MUNICIPIO APROVADO 2009-2012.

Coord. Educação Ambiental-SPLAM

Fone (88) 3677. 1189

Fax (88) 3677. 1299

De onde vêm os livros expostos nas livrarias?

 

Apesar do considerável aumento na diversidade de títulos nacionais, boa parte dos livros lançados no país ainda é formada por obras de autores estrangeiros. Não somos exceção. O mercado globalizado de entretenimento (onde soma-se boa parte da produção cinematográfica, fonográfica e editorial) é uma engrenagem ancorada num hipotético consumidor global, a quem se destinam negociações cada vez mais vultosas.

 

Em que pese as barreiras linguísticas, que de certo modo ainda mantém um aspecto artesanal comparado às mídias eletrônicas, o mercado de livros opera numa lógica previsível. Os grandes grupos editoriais do mundo (um dos tentáculos de gigantes do mercado de comunicação e entretenimento) expõem seus produtos em grandes feiras mundiais, negociando os direitos de publicação para os mais distintos mercados.

 

Nesse cenário, assim como em praticamente tudo que não seja commodity, o Brasil é comprador. Diga-se de passagem: cada vez mais robusto. Mas não mais do que uma linha no faturamento dos editores ingleses e norte-americanos que dão as cartas. Nem nossas editoras nem o governo parecem muito incomodados com esse papel. Ancorados numa população imensa de parcos leitores, seguimos confortáveis, pelo menos enquanto os ventos soprarem a favor.

 

Ao lado da Feira de Frankfurt, a Feira do Livro de Londres, que acontece na capital inglesa durante esta semana, é o principal evento para medir-se a temperatura do mercado livreiro globalizado. Entre os 24 mil profissionais envolvidos no evento, as primeiras impressões dão conta de uma retomada de negócios após o freio imposto pela crise europeia. A maior prova é a euforia com alguns títulos, como o primeiro livro adulto de J.K. Rowling, que antes mesmo do evento já vinha sendo leiloado entre algumas das principais editoras brasileiras; a nova aventura de James Bond, a cargo do premiado romancista William Boyd; e “Children of the Jacaranda Tree” [As crianças da árvore de jacarandá], romance de estreia do americano de origem iraniana Sahar Delijani sobre a Revolução comandada pelos aiatolás.

 

Ninguém! Pois é. A Universidade Columbia, de Nova York, anunciou ontem os vencedores do Pulitzer em diversas categorias. Porém, em ficção o espaço ficará vago. Pela 11a. vez em sua história quase centenária (a primeira em 35 anos), o prêmio mais importante dos Estados Unidos não encontrou um livro que justificasse a honraria. Nenhum dos três finalistas conseguiu se sobressair na avaliação dos jurados. As editoras já começam a bufar. O Pulitzer é daqueles prêmios que mudam o patamar de um autor e o faturamento de um livro.

Copiados do site da CBN hoje. É importante que tomemos conhecimento disto

Hillary: Dilma cria padrão mundial contra a corrupção

 

Por Tânia Monteiro e Rafael Moraes Moura | Agência Estado

 

A secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, disse nesta terça-feira que a presidente Dilma Rousseff está estabelecendo um "padrão mundial" na questão de transparência e luta contra a corrupção. O comentário foi durante a abertura da Primeira Conferência Anual de Alto Nível da Parceria Para Governo Aberto, que está sendo realizado em Brasília.

A Open Government Partnership (OGP), ou Parceria do Governo Aberto, foi lançada em setembro passado nos Estados Unidos como um esforço conjunto na luta contra a corrupção e na promoção de transparência na gestão pública. O Brasil e os Estados Unidos lideram a iniciativa.

"Não há um parceiro melhor para iniciar esse esforço do que o Brasil e, particularmente, a presidente (Dilma) Rousseff. O compromisso dela com abertura, transparência, sua luta contra a corrupção está estabelecendo um padrão mundial", disse Hillary.

De acordo com a secretária de Estado norte-americana, os Estados Unidos estão orgulhosos com a parceria e querem mantê-la para garantir que o século XXI seja uma era de "transparência, democracia e resultados para pessoas de todos os lugares".

Para Hillary, a corrupção "mata o potencial de um país, drena recursos, protege pessoas desonestas". "Uma das mais significantes divisões não são entre norte, sul, leste, oeste, religiosas ou de outras categorias. Estamos falando de sociedades abertas e fechadas. Aqueles governos que se escondem da opinião pública vão encontrar dificuldades crescentes", afirmou.

Para o ministro-chefe da Controladoria-Geral da União, Jorge Hage, "todos se deram conta de que, quanto maior a abertura de informações ao escrutínio público, maior será a eficiência dos serviços públicos". "Não há melhor desinfetante que a luz do sol", disse Hage, que também discursou no evento.

Sai nesta 3ª feira percentual de redução da conta de luz do cearense

“Consumidores de energia elétrica do Ceará saberão hoje de quanto será a redução nas contas de luz a partir de 22 de abril, quando entra em vigor a nova tarifa. Já se sabe que será negativa, devido à revisão tarifária e ao retroativo pago a mais de abril de 2011 a abril deste ano. Com a queda da liminar que impedia a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de considerar na definição do Custo de Capital Regulatório (WACC), o benefício fiscal lucrado pelas distribuidoras que atuam nas áreas da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) o índice médio de -10,89% foi ampliado para -12,20%. Desse valor, será deduzido o reajuste anual, estimado em 4,72%, e a compensação do que foi pago pelos clientes da Companhia Energética do Ceará (Coelce). O valor gira em torno dos R$ 300 milhões.

O entendimento da agência reguladora é devolver o retroativo ao consumidor em três vezes. Alega que, assim, evitará grandes oscilações da tarifa que teria uma grande redução agora e aumentos maiores no futuro. Nesse caso, a redução na conta poderia ficar em torno de -10%, segundo o assessor da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) na Área de Energia e representante da Classe industrial no Conselho de Consumidores da Coelce (Conerge), Jurandir Picanço.

Estima que a redução seria da ordem de -16%, caso o valor pago a mais fosse repassado de uma vez. Mas a questão é que também está na pauta da 13ª reunião de diretoria da Aneel, hoje, a compensação financeira de cerca de R$ 100 milhões que a Coelce alega pleiteava como custo há muito tempo. O valor acumulado vem desde 2004 e a Aneel vai decidir de que forma será compensado.”

(O POVO)

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Qualquer informação sobre Óvnis é só entrar em contato

digitalizar0001

OVNI FOI AVISTADO DE ESTUDANTES EM SANTA QUITÉRIA

 


Ampliar imagem

O fato ocorreu na última sexta-feira (06/04/2012), quando um grupo de estudantes, em companhia do professor Humberto Sales, estava fotografando astros luminosos na Fazenda Salão, flagrou objetos estranhos sobrevoando o local. O céu estava limpo e a luminosidade da Lua tornava a noite mais atraente para se observar astros luminosos.

Enquanto a turma trocava informações astronômicas, o estudante Micael Oliveira, pediu para que todos olhassem um objeto luminoso que sobrevoava a casa da fazenda. Munido de câmera digital, o professor conseguiu uma filmagem de trinta segundos. Além disso, algumas fotos.

O fenômeno teve duração de aproximadamente um minuto e meio que, foi o suficiente para que as pessoas apreciassem esse fato de rara beleza. Todos se sentiram abismados e algumas crianças amedrontadas. Na filmagem se ouve o depoimento das testemunhas em que mencionavam: “... é grande...”, “... muda de cor...”, “... parece uma esfera...”.

O OVNI tinha uma forma de esfera achatada e havia uma espécie de disco colado na parte inferior do objeto. Em alguns momentos, ele sobrevoava em linha reta e em outros instantes, fazia piruetas como baixar e subir. Sua cor oscilava em branco, vermelho e ao final da ocorrência azul. A velocidade do OVNI variava e, repentinamente, desapareceu numa velocidade incrível.

“Esses fenômenos são comuns nessa região, pois podemos observar que as ocorrências ufológicas se situam sempre em locais onde há água em abundância ou minérios. Não sabemos exatamente o porquê das aparições de OVNI, o que sabemos de fato é que o fenômeno é real e, em Santa Quitéria, estão se intensificando as ocorrências de natureza estranha. Sabemos também que muitas pessoas são incrédulas diante da fenomenologia ufológica. Quando estudamos um caso desses, sempre enveredamos para o lado científico, evitamos ao máximo em afirmar que a casuística é ufológica. O que realmente fazemos é esclarecer a verdade e nada de viajar no mundo de fantasia. É por isso que chamamos de OVNI e não discos voadores ou espaçonaves alienígenas de procedência ignorada.” Afirma o professor Humberto Sales que há vinte anos pesquisa Parapsicologia e Ufologia.

http://santaquiterianoticias.com.br

humberto

Grifo Meu: O professor Humberto também faz parte do CSPU, por sinal um grande pesquisador de campo.

Jacinto Pereira